Churchill, humano, demasiado humano

​ O jornalista Paulo Francis dizia que Winston Churchill (1874-1965) era uma obra de arte. E que obras de arte não oferecem respostas conclusivas (ao contrário do que delas pensa parte da sociedade brasileira atual). Escrevia isso a propósito das múltiplas e contraditórias facetas do político inglês, líder conservador que conduziu seu país durante a … Continue lendo Churchill, humano, demasiado humano