Cachorros


Cachorros é mais uma prova do vigor político do cinema chileno contemporâneo. Dirigido por Marcela Said, põe em cena a personagem Mariana (Antonia Zegers), filha de uma família rica, mas que sente um tédio danado diante da vida.

Ela sente-se ignorada tanto pelo pai como pelo marido e, para preencher o tempo toma aulas de equitação. Seu professor é o enérgico (e controvertido) Juan (Alfredo Castro), sobre o qual pesam acusações de delitos contra os direitos humanos durante a época da ditadura.

O que Mariana não sabe é que as acusações sobre Juan podem recair também sobre sua própria família.

Cachorros é um drama político denso, baseado no fato de que períodos ditatoriais deixam marcas profundas na sociedade, muito tempo depois de haverem terminado.

O filme passou na Semana da Crítica em Cannes e beneficia-se, em especial, da atuação do grande ator Alfredo Castro. Quem o conhece de filmes de Pablo Larraín como Toni Manero e Post Mortem sabe que ele é capaz de imprimir força e sutileza em seus personagens. Seu ameaçador Juan não é exceção. /L.Z.O.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.