Cine Ceará 2019: ‘Greta’ é grande vencedor em edição excepcional

Greta, baseado na peça Greta Garbo Quem Diria Acabou no Irajá, foi o grande vencedor do Cine Ceará. Levou três troféus Mucuripe do Júri Oficial: melhor filme, diretor (Armando Praça) e ator (Marco Nanini).

Último concorrente a se apresentar, Greta encantou ao público – e jurados – pela coragem e ternura como aborda a variada sexualidade humana e sua busca incessante pela felicidade. Nanini, em particular, atinge o sublime como o enfermeiro gay que se envolve com um jovem assassino e o esconde em sua casa. É uma curiosa coincidência que este filme tenha sido premiado num momento em que mais um ato grotesco de homofobia estatal acontece no país – a tentativa do governador do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, de apreender na Bienal do Livro uma revista que estampava um beijo gay.

Outro dos favoritos, o peruano Canção sem Nome, levou os prêmios de melhor fotografia e trilha sonora, além do troféu da crítica e do Olhar Universitário. Fala da discriminação contra a mulher e os povos indígenas no Peru. Um belíssimo filme.

Já o cubano A Viagem Extraordinária de Celeste García surpreendeu e levou as estatuetas de melhor atriz (Maria Isabel Diaz), roteiro e montagem. Trata-se de uma engenhosa ficção científica com subtexto político.

O ensaio distópico Notícias do Fim do Mundo levou o prêmio de direção de arte, e Ressaca, relato do desmanche dos corpos estáveis do Theatro Municipal do Rio, ficou com melhor som.

O melhor curta-metragem foi o pernambucano/cearense Marie, com temática transexual, repetindo seu bom desempenho do Festival de Gramado.

Os vencedores da Mostra Ceará foram o longa Currais e o curta Aqueles Dois.

Vencedores à parte, o 29º Cine Ceará entra para a história por sua excepcionalidade. Primeiro porque dá destaque à extraordinária produção cinematográfica do Estado nordestino. O festival começou com a exibição, fora de concurso, de A Vida Invisível, do cearense Karin Ainouz, premiado na Mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes. Foi uma sessão apoteótica, comandada pela estrela Fernanda Montenegro, que está no elenco. No encerramento, foi exibido, também fora de concurso, o longa cearense Pacarrete, dirigido por Allan Deberton e estrelado por Marcélia Cartaxo, que recebeu oito Kikitos no recém-encerrado Festival de Cinema de Gramado.

Ao longo do festival foram exibidas 29 produções do Estado, entre curtas e longas-metragens. A generosidade da safra levou os organizadores a abrir espaço para as produções locais na Mostra Ceará, com três longas e dezessete curtas-metragens em competição.

Tal fenômeno das super safras regionais se repete em outros Estados da federação. A tradicional Mostra Gaúcha de longas do Festival de Gramado foi tornada competitiva dado o número de inscritos e a qualidade das produções. No ano passado, o Festival Aruanda promoveu uma inédita mostra paraibana para celebrar os sete longas produzidos no Estado.

Essas excepcionalidades regionais fazem a esperança dos cineastas nestes tempos difíceis. Enquanto o governo federal procura promover o desmanche do cinema, governos estaduais apoiam as cinematografias locais. Esse cabo de guerra leva a crer que, por piores que as coisas se tornem sob Bolsonaro, não teremos uma liquidação quase total do cinema como houve sob a presidência de Fernando Collor.

O outro fator que torna excepcional esta 29ª edição do Cine Ceará é a politização do evento. Desde o primeiro dia até o último, sem faltar a uma única sessão, esteve presente, na fala de palco de cineastas, atores, atrizes e técnicos a palavra de ordem contra o governo Bolsonaro, sua arcaica pauta moral e as agressões à cultura em geral e ao cinema em particular. A plateia sempre respondeu com entusiasmo às manifestações. As manifestações políticas se repetiram nos debates dos filmes. É uma demonstração que se de fato (e ninguém tem dúvida disso) existe um governo empenhado em destruir o pais, do outro lado existe uma classe artística pronta a defender as conquistas duramente alcançadas. Em particular pelo cinema que, desde o desmanche da era Collor, soube se reconstruir, em trabalho árduo e cheio de percalços, e hoje chega a produzir mais de 150 longas-metragens por ano. Vai ser difícil limar tudo isso. Há resistência e há luta. Essa foi a a marca do Cine Ceará, a exemplo do que já acontecera em Gramado.

LONGAS IBERO-AMERICANOS:

. “Greta” (Brasil) – melhor filme, diretor (Armando Praça), ator (Marco Nanini)

. “Canção Sem Nome”(Peru) – Prêmio da Crítica (Abraccine), melhor fotografia (Inti Briones), trilha sonora (Pauchi Sasaki), Prêmio Olhar Universitário

. “A Viagem Extraordinária de Celeste García” (Cuba) – melhor atriz (María Isabel Díaz), roteiro (Arturo Infante), montagem (Joanna Montero)

. “Notícias do Fim do Mundo” (Brasil) – melhor direção de arte (Sérgio Silveira)

. “Ressaca”(Brasil): melhor som (Romain Huonic)

. MOSTRA OLHAR DO CEARÁ

. “Currais”- melhor longa

. “Aqueles Dois”- melhor curta

. MOSTRA DE CURTAS NACIONAIS:

. “Marie” (PE-CE) – melhor filme

. “Livro e Meio” – melhor direção (Giu Nishiyama e Pedro Nishi), Prêmio da Crítica

. “O Grande Amor do Lobo”(RN) – melhor roteiro (Kennel Rogis e Adrianderson Barbosa), Prêmio Canal Brasil

. “Pop Ritual” (CE) – melhor produção cearense, Prêmio Olhar Universitário.

. “Rua Augusta 1029” (SP) – Prêmio Samburá (melhor curta nacional)

. “Ilhas de Calor” (AL) – Prêmio Samburá (melhor curta nordestino)

. MOSTRA ÁGUA E FUTURO:

. “Olho d’Água”, de Anália Alencar – Prêmio Cagece de melhor curta ambienta

Abaixo, a premiação completa:

OS VENCEDORES

MOSTRA COMPETITIVA IBERO-AMERICANA DE LONGA-METRAGEM

TROFEU MUCURIPE

(Juri Oficial)

Melhor Longa-metragem: Greta

Melhor Direção: Armando Praça, por Greta

Melhor Roteiro: Arturo Infante, por A Viagem Extraordinária de Celeste García

Melhor Fotografia: Inti Briones, por Canção sem Nome

Melhor Montagem: Joanna Montero, por A Viagem Extraordinária de Celeste García

Melhor Som: Romain Huonnic, por Ressaca

Melhor Trilha Sonora Original: Pauchi Sasaki, por Canção sem Nome

Melhor Direção de Arte: Sérgio Silveira, por Notícias do Fim do Mundo

Melhor Atriz: María Isabel Díaz, por A Viagem Extraordinária de Celeste García

Melhor Ator: Marco Nanini, por Greta

PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio da Crítica (Júri Abraccine): Canção sem Nome, de Melina León

Prêmio Olhar Universitário (Júri Olhar Universitário) 

Troféu Mucuripe – Melhor Longa: Canção sem Nome, de Melina León

MOSTRA COMPETITIVA BRASILEIRA DE CURTA-METRAGEM

TROFÉU MUCURIPE

(Júri Oficial)

Melhor Curta-metragem: Marie, de Leo Tabosa

Melhor Direção: Giu Nishiyama e Pedro Nishi, por Livro e Meio

Melhor Roteiro: Kennel Rogis e Adrianderson Barbosa, por O Grande Amor de um Lobo

Melhor Produção Cearense: Pop Ritual, de Mozart Freire

PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio da Crítica (Juri Abraccine): Livro e Meio, de Giu Nishiyama e Pedro Nishi

Prêmio Olhar Universitário (Júri Olhar Universitário)

Troféu Mucuripe – Melhor Curta: Pop Ritual, de Mozart Freire

Prêmio Canal Brasil de Curta-Metragem

Troféu Canal Brasil: O grande amor de um lobo

Troféu Samburá 

(Vida & Arte – Fundação Demócrito Rocha)

Melhor Curta-metragem: Ilhas de Calor, de Ulisses Arthur

Melhor diretor: Mirrah Iañez, por Rua Augusta 1029

Prêmio Mistika

Melhor filme da Competitiva Brasileira de Curta-metragem: Marie, de Leo Tabosa

Prêmio CTAV – Centro Técnico Audiovisual

Melhor Produção Cearense de Curta-Metragem: Pop Ritual, de Mozart Freire

Prêmio Link Digital

Melhor Produção Cearense de Curta-Metragem: Pop Ritual, de Mozart Freire

MOSTRA  OLHAR DO CEARÁ

TROFÉU MUCURIPE

(Júri Olhar do Ceará)

Melhor Longa-metragem – Currais, de David Aguiar e Sabina Colares

Melhor Curta-metragem – Aqueles Dois, de Émerson Maranhão

PRÊMIOS ESPECIAIS

Prêmio Unifor de Cinema

Melhor Curta-metragem: Aqueles Dois, de Émerson Maranhão

Prêmio Mistika

Melhor Filme da Mostra Olhar do Ceará: Aqueles Dois, de Émerson Maranhão

Prêmio CTAV – Centro Técnico Audiovisual

Melhor Curta-metragem da Mostra Olhar do Ceará: Aqueles Dois, de Émerson Maranhão

MOSTRA ÁGUA FUTURO

(Júri Olhar Universitário)

Melhor Filme: Olho D´água, de Anália Alencar 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.