Quarentena (30): Festival de Brasília pode ainda acontecer este ano


Vejo, com alegria, que a mobilização em defesa do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro surtiu efeito. A secretaria de cultura do DF já dava o evento como cancelado, por falta de verbas. No entanto, provavelmente diante da repercussão negativa, o governador do DF disse que vai garantir verba para realização do festival. Em todo caso, vamos ficar atentos, porque essas coisas mudam muito rápido no Brasil. 

Transcrevo, abaixo, nota do Correio Braziliense a respeito: 

“Ibaneis promete liberar recursos para o Festival de Cinema de Brasília

Publicado em 09/06/2020 – 09:02 Ana Maria CamposCB.Poder

ANA MARIA CAMPOS

O governador Ibaneis Rocha (MDB) decidiu liberar os recursos necessários para a realização neste ano do Festival de Cinema de Brasília.

 Ibaneis telefonou nesta manhã (09/06) para o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, o Bartô, e se comprometeu a autorizar a despesa.

 Bartô comemorou a decisão e já começou a cuidar dos preparativos para tocar o evento. “Vamos fazer. Eu pretendo gastar o menos possível sem comprometer a qualidade do Festival”, diz o secretário de Cultura.

 Como o blog revelou no último domingo, a Secretaria de Cultura havia cancelado a realização do Festival de Cinema de Brasília porque todos os recursos disponíveis estão sendo canalizados para saúde em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

 Tradicional no mundo cultural, o Festival de Cinema de Brasília só foi suspenso na década de 1970, no auge da ditadura. “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.