Cine Ceará 2021: Bosco, raízes familiares, da Itália ao Uruguai

FORTALEZA - A segunda noite de competição do Cine Ceará foi marcado pela beleza do documentário ítalo-uruguaio Bosco. O doc entra na conta dos filmes familiares de busca que, praticamente, já constituem um subgênero à parte, tanto têm sido praticados. Pôde-se especular sobre essa tendência contemporânea de ávida procura pelas raízes familiares. Pode, talvez, ser … Continue lendo Cine Ceará 2021: Bosco, raízes familiares, da Itália ao Uruguai